• Brasil tem a 2ª maior frota de aviões agrícolas do mundo

    Brasil Rural conversa com Gabriel Colle, diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola - Sindag que abordou sobre a importância de aviação agrícola.
    A aviação é uma ferramenta indispensável para o agronegócio brasileiro, afirma o diretor. 
    O Brasil tem a segunda maior e uma das melhores aviações agrícolas do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos. Ao todo, são mais de 2 mil aviões agrícolas no País, que também fazem trabalho de semeadura e aplicação de fertilizantes, trato de florestas, combate a incêndios florestais, povoamento de rios e lagos.
    Gabriel Colle explica que do ponto de vista ambiental, o agronegócio segue legislação específica e é fiscalizado por pelo menos cinco órgãos (Ministério da Agricultura, ANAC, IBAMA e outras instituições). Uma série de exigências e normas garantem a qualidade e segurança da aplicação de produtos agrícolas.
    O especialista destaca que, segundo dados científicos, em comparação ao uso de tratores, o avião agrícola é mais eficiente, mais rápido e mais dinâmico. Além disso, os pilotos de avião que trabalham na área precisam ser altamente qualificados. 
    O setor agrícola exige hoje um alto grau de profissionalização. O setor teve uma revolução nos anos 90, que foi com a entrada do DGPS, que é o GPS do avião. Quem não entrou nessa área, quem não aprendeu a operar, praticamente saiu do mercado”, ressalta. 
    Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário