• Taxa de utilização frigorífica em MT cai a 41% em maio

    A taxa de utilização da capacidade de frigoríficos no estado de Mato Grosso caiu 12.96 pontos percentuais em maio, na comparação com abril, para 41%, impactada pela greve de caminhoneiros, que reduziu o recebimento de animais nas indústrias e prejudicou o escoamento da produção, informou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea)
    O uso da capacidade em maio também sofreu impacto da adequação de um frigorífico no estado ao Serviço de Inspeção Federal (SIF), com capacidade de abate de 640 bovinos/dia, e um outro abatedouro aumentou sua capacidade para 204 cabeças/dia. “As adequações destes frigoríficos, aliadas à greve, aumentaram a ociosidade das plantas no estado, e os animais que não foram abatidos em maio/18 estão sendo realocados para abate atualmente, fator este que tem contribuído para pressionar o preço da arroba”, escreveram os analistas do Imea em relatório divulgado no site do instituto na segunda-feira (25). O Imea disse ainda que a demanda por carne bovina está “ligeiramente aquecida” por causa da Copa do Mundo. O evento tende a motivar o consumo de proteína animal no Brasil, principalmente de cortes para churrasco.
    Fonte: CARNETEC
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário