• Votação da lei que proíbe exportação de gado vivo é adiada

    A votação do Projeto de Lei 31/2018, que proíbe o embarque de animais vivos no transporte marítimo a partir de São Paulo, não foi votado na sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo desta terça-feira, dia 26.
    Depois de muita discussão entre os parlamentares, o texto não teve nem o requerimento de urgência aprovado, o que daria mais agilidade a tramitação do projeto.
    O deputado Feliciano Filho (PRP), que é o autor do projeto, prometeu obstruir a pauta da Assembleia até que a proposta volte à discussão no plenário. A expectativa dos ativistas é que na próxima quinta-feira, dia 28, o tema volte à pauta para a votação do requerimento de urgência. A decisão, no entanto, vai depender da decisão dos líderes das bancadas.
    Segundo a Sociedade Rural Brasileira (SRB), o pecuarista é o maior interessado na questão do bem-estar animal. “O setor está aberto para discussão, no entanto, o que nós não aceitamos é essa proibição de forma arbitrária”, explicou o diretor executivo da entidade, João Francisco Fernandes.
    Fonte: Canal Rural
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário